domingo, 13 de junho de 2010

PREFEITOS DE SERRA NEGRA DO NORTE

JOSÉ MARIA DE SOUZA LIMA

Helv Farias

Eleito em 5/1/1958

Clemente B de Farias 15/11/72

Divan Monteiro da Nobrega – 15/11/76

VICE – Victal da Silva

Francisco Costa Costa Bezerra

Dilvan Nonteiro da Nóbrega 15/11/88

Cicero Gomes de Faria - 92

Ruy Pereira dos Santos

3/10/96

RUI PEREIRA DOS SANTOS, natural de Campina Grande-PB, nascido em 1949, filho de José Peba Pereira dos Santos mas encontra-se no Rio Grande do Norte desde os sete anos de idade. É medico sanitarista, formado pela Universidade Federal dop Rio Grande do Norte . Funcionário do Ministério da Saúde e professor da Universidade Federal de Pernambuco . Foi membro e militante ativo do Partido Comunista Brasileiro. Orgulha-se ao afirmar que faz política desde menino quando residia na Casa do Estudante de Caicó. Nos anos 60 teve participação ativa no movimento estudantil e defendeu em praça pública as reformas de base pregadas pelo presidente da república João Goulart, deposto pelo golpe militar de 1964. Foi presidente da União Estudantil Caicoense e da Associação Universitária de Caicó. Fundador do MDB, participou de todos os movimentos contrátios a ditadura militar. Pelo PMDB foi vereador e prefeito de Serra Negra do Norte. Em 3 de outubro de 1996 elegeu-se prefeito, que teve como companheiro de administração Júlio Neto. Em 1º de outubro de 2000 disputou à releição, porém, foi derrotado pelo ex-prefeito Dilvan Monteiro da NOBREGA, por apenas sete votos. Ele obteve 2695 votos, enquanto, seu opositor obteve 2702 sufrágios. Em 9 de novembro de 2003, Ruy pereira disputou as eleições complementar para os cargos de prefeito e vice-prefeito de Serra Negra do Norte, disputandou com Aluízio Farias (PP). Ruy Pereira (PT) foi o vitorioso. Essa eleição ocorreu depois que a população do município recorreu ao Ministério Público para que as eleições de 1º de outubro de 2000 fossem anuladas, acusando por abuso de poder econômico, Dilvan Monteiro da Nóbrega, e seu vice, Clementino Bezerra de Faria, da coligação PFL/PP. No antigo MDB, Ruy Pereira lutou contra a ditadura imposta pelos generais. No Partido dos Trabalhadores luta com todas as suas forças contra o neoliberal imposto pelo ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso. Em 2000 foi candidato ao governo do Estado do Rio Grande do Norte, pela legenda do PT. Exerceu a pasta estadual da secretaria de Saúde, nomeado pela governadora Wilma de Faria.

Clementino Bezerra de Faria

VICE – Julio Neto

Divan Monteiro da Nobrega 1/10/2000

VICE - Clementino Bezerra de Faria

Em 9 de novembro de 2003 ocorreu as eleições complementar para os cargos de prefeito e vice-prefeito de Serra Negra do Norte. Disputaram os candidatos Aluízio Farias (PP) e Ruy Pereira (PT). Essa eleição ocorreu depois que a população do município recorreu ao Ministério Público para que as eleições de 1º de outubro de 2000 fossem anuladas, acusando por abuso de poder econômico, Dilvan Monteiro da Nóbrega, e seu vice, Clementino Bezerra de Faria, da coligação PFL/PP.

O vencedor foi Rui Pereiara que exerceu um mandato tampão, até 1º de janeiro de 2005

Rogério Bezerra Mariz

Eleito em 3/10/2004

Natural de Serra Negra do Norte, a 3 de junho de 1961, filho de Geraldo Faria Mariz e de Paulina Bezerra de Faria, engenheiro de segurança do trabalho, formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Casado com Ana Hilda Câmara Mariz, e pai de dois filhos. Ingressou na política em 1982, quando em 15 de novembro daquele ano elegeu-se vereador. Em 3 de outubro de 2004 elegeu-se prefeito de sua terra natal, derroatando Aluízio Faria (PP). Ele obeteve 2806 votos, contra 2321, com uma maioria de 485 sufrágios

MAIS

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

RUI PEREIRA DOS SANTOS - PREFEITO DUAS VEZES DE SERA NEGRA DO NORTE-RN

 Natural de Campina Grande-PB, nascido em 1949, filho de José Peba Pereira dos Santos mas encontra-se no Rio Grande do Norte desde os sete anos de idade. É medico sanitarista, formado pela Universidade Federal dop Rio Grande do Norte . Funcionário do Ministério da Saúde e professor da Universidade Federal de Pernambuco . Foi membro e militante ativo do Partido Comunista Brasileiro. Orgulha-se ao afirmar que faz política desde menino quando residia na Casa do Estudante de Caicó. Nos anos 60 teve participação ativa no movimento estudantil e defendeu em praça pública as reformas de base pregadas pelo presidente da república João Goulart, deposto pelo golpe militar de 1964. Foi presidente da União Estudantil Caicoense e da Associação Universitária de Caicó. Fundador do MDB, participou de todos os movimentos contrátios a ditadura militar. Pelo PMDB foi vereador e prefeito de Serra Negra do Norte. Em 3 de outubro de 1996 elegeu-se prefeito, que teve como companheiro de administração Júlio Neto. Em 1º de outubro de 2000 disputou à releição, porém, foi derrotado pelo ex-prefeito Dilvan Monteiro da NOBREGA, por apenas sete votos. Ele obteve 2695 votos, enquanto, seu opositor obteve 2702 sufrágios. Em 9 de novembro de 2003, Ruy pereira disputou as eleições complementar para os cargos de prefeito e vice-prefeito de Serra Negra do Norte, disputandou com Aluízio Farias (PP). Ruy Pereira (PT) foi o vitorioso. Essa eleição ocorreu depois que a população do município recorreu ao Ministério Público para que as eleições de 1º de outubro de 2000 fossem anuladas, acusando por abuso de poder econômico, Dilvan Monteiro da Nóbrega, e seu vice, Clementino Bezerra de Faria, da coligação PFL/PP. No antigo MDB, Ruy Pereira lutou contra a ditadura imposta pelos generais. No Partido dos Trabalhadores luta com todas as suas forças contra o neoliberal imposto pelo ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso. Em 2000 foi candidato ao governo do Estado do Rio Grande do Norte, pela legenda do PT. Exerceu as pastas estadual das secretarias de Saúde e de Educação, nomeado pela governadora Wilma de Faria. Faleceu no dia 11 de fevereiro de 2010, em acidente de trânsito ocorrido no Estado de Pernambuco

SIMBOLOS MUNICIPAIS DE SERRA NEGRA DO NORTE


BANDEIRA MUNICIPAL DE SERRA NEGRA DO NORTE

Elementos representativos:
Cores:
O AMARELO representa os bens;
O BRANCO representa a paz;
O VERDE representa a paisagem;
O AZUL representa a água.

O LAÇO com o nome da cidade e a data de emancipação política: “Serra Negra do Norte/RN, 03 de agosto de 1874”.

Detalhes:
Os detalhes simbolizam os valores culturais aspectos característicos da flora e fauna e as verdadeiras circunstâncias da história de nossa cidade e de nossa gente. Os GALHOS representam o ALGODÃO como principal fonte econômica do século XX e o FEIJÃO como principal alimento cultivado pelo homem do campo na nossa região. O VERDE da paisagem representa a FLORA e a FAUNA e o JUAZEIRO, árvore nativa do sertão. As CASAS representam os primeiros habitantes que aqui chegaram. A SERRA por ter uma vegetação densa na época e mostrar um aspecto escuro e sombrio, logo foi chamada de SERRA NEGRA, que deu origem ao verdadeiro nome à cidade de SERRA NEGRA DO NORTE. O BOI e o CURRAL representam a pecuária como fonte econômica de subsistência e a fazenda que deu origem à cidade. O AZUL representa as ÀGUAS, fonte de vida, e o RIO ESPINHARAS que banha a cidade de Serra Negra do Norte. O SOL representa o brilho e o calor do povo serranegrense. A IGREJA representa todos os segmentos religiosos de nosso povo.

AUTOR DA BANDEIRA: VALDEMAR JUVINO DE ARAÚJO

Hino de Serra Negra do Norte

Serra Negra
minha terra
minha amada,
minha flor
menina do rio,
menina da Serra,
menina do amor.

O tempo em legenda lembra-nos
agora histórias e lendas
das quadras de outrora.
O rio certeiro,
servindo de estrada,
trazia o boiadeiro,
de aguarda em aguarda.

A onça mais brava,
da curva da serra,
matou a escrava,
que deu nome a serra.

Nas águas rolando canções de canoeiros,
nas matas campeavam, valentes vaqueiros.

Porém há cem anos a sorte florida
traçou novos planos na terra querida...
Fez-se o Município nasceu Juvenal
marcando o princípio de um tempo ideal.

FONTE - SITE DA PREFEITURA MUNICIPAL DE SERRA NEGRA DO NORTE




INFORMAÇÕES: SERRA NEGRA DO NORTE

Sua Fundação
Em 03 de Agosto de 1874, pela Lei Municipal nº 688, Serra Negra do Norte desmembrou-se de Caicó e tornou-se município do Rio Grande do Norte, sendo instalado no dia 21 de maio do ano seguinte; e, finalmente, adquiriu foro de cidade em 29 de março de 1938, pelo Decreto nº 458.

Serra Negra do Norte, cidade rodeada por serras, banhada pelo Rio Espinharas, com uma extensão territorial de 518 km2,, equivalente a 0,98% da superfície estadual, conforme a divisão territorial do Brasil, e está localizado na Mesorregião Central Potiguar, inserida na Microrregião do Seridó Ocidental.

Localização
Localiza-se a uma altura de 167 metros acima do nível do mar, situando-se a uma posição geográfica determinada pelo paralelo de 6º 39´56” de Latitude Sul e 37º23`50” de Longitude Oeste. A distância em relação à capital é de 323 km rodoviário e 254 km em linha reta.

Limites Geográficos
Os limites geográficos do município são:

Ao Norte com o município de Jardim de Piranhas;
Ao Sul com os municípios de São João do Sabugi e com o Estado da Paraíba;
Ao Leste com os municípios de Timbaúba dos Batistas e Caicó;
A Oeste com o Estado da Paraíba.
Geografia
Possui cerca de 7.543 habitantes, calculando-se em média proporcionalmente 60% localizado na Zona Rural e 40% na Zona Urbana. Faz parte da Zona de Caicó, na microrregião do Seridó Ocidental. Faz fronteira com 06 cidades dessa microrregião, e ainda com o estado da Paraíba, tornando-se uma região estratégica para o escoamento de mercadorias e produtos.

O homem do campo sofreu muito com as secas, que castigavam as famílias com a falta d´água. Todavia, a recente implantação de 09 (nove) barragens ao longo do leito do Rio Espinharas, entre elas a Barragem Dinamarca, responsável pelo abastecimento da cidade, trouxeram ao homem do campo a condição de plantar e colher, sendo a cidade que na região do Seridó, vem destacando-se pela cultura do feijão verde, sendo exportado para CEASA de Campina Grande/PB, grande centro urbano do estado paraibano.

Entretanto, o desenvolvimento não parou por ai. Antigamente, as opções de empregos estavam restritas às atividades agropecuárias. Hoje em dia, destaca-se na área econômica, o setor industrial, com fábricas de chapéus, bonelarias, moda praia, tapeçarias e sandalharias, constituindo-se numa das principais atividades econômicas da região, sendo também seus produtos exportados para várias regiões do país sem falar no belíssimo artesanato local com bastante aceitação no mercado.

Turismo
Não podemos esquecer que Serra Negra é de fácil acesso, com vários pontos turísticos que já serviram de temas de estudos acadêmicos, como: a pintura rupestre, a Estação Ecológica do Seridó, a Igreja Matriz de Nossa Senhora do Ó, do ano de 1871, totalmente em estilo Barroco; a Praça Senador Dinarte Mariz, a Queijeira Padrão da Boa Vista, os sítios arqueológicos, a Chácara Nova Vida, considerado o melhor hotel-fazenda da região, tudo isso emoldurado pela exuberante paisagem que a natureza oferece.

Nos aspectos sócio–culturais, Serra Negra se caracteriza pela forte religiosidade de seu povo, devotos de Nossa Senhora do Ó; pela preservação da família e tradições populares e com a construção da Casa de Cultura, o estímulo à cultura deverá ser crescente, expandindo a integração entre todos com a possibilidade de apresentações teatrais, shows culturais e demais eventos.
FONTE - SITE DA PREFEITURA DE SERRA NEGRA DO NORTE

mais

Quem sou eu

Minha foto
Sou o subtenente PM/RN JOSÉ MARIA DAS CHAGAS, natural de Mossoró-RN, pai de quatro filhos e que tem como base principal de vida:AMAR A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS" e AMAR AO PRÓXIMO COMO AMO A MIM MESMO"; ÃLÉM DE SER HUMILDADE E ATÉ A PRESENTE DATA NUNCA ECONOMIZEI UM GOTA DE HONESTIDADE. TENHO A MANIA DE ESCREVER, ESCREVER, ESCREVER, DE LER, LER, LER; DE PESQUISAR. COM CINCO BLOGS NA REDE MUNDIAL DE COMPUTADORES, CUJA META FINAL É DE CHEGAR AOS 7 BLOGS E 400 LINKS. SOU 95 POR CENTO TORCEDOR DO BARAÚNAS, O MAIS QUERIDO DE MOSSORÓ E 5 POR CENTO FLUMINENSE.